Chá de bugre emagrece?

O chá de bugre, também conhecido como porangaba, cafezinho, café-do-mato, chá-de-frade, louro-salgueiro e louro-mole, é uma planta medicinal de nome Cordia salicifolia, bastante comum em Minas Gerais e na região do sul Brasil.

Segundo a cultura popular, o chá de bugre emagrece, limpa o sangue e diminui o colesterol. Mas será que isso é verdade? Confira a seguir.


Chá de bugre emagrece mesmo?


Chá de bugre funciona?

Estudo recente de alunos de enfermagem da UFFS mostrou que, apesar da carência de evidências científicas que comprovem as propriedades medicinais da cordia salicifolia, foi possível observar que o chá é capaz de diminuir a concentração de líquidos corpóreos e eliminar toxinas, graças ao seu efeito diurético, e reduzir os níveis de colesterol. Desse modo, o chá de bugre não pode ser considerado como um produto emagrecedor que diminui a massa de gordura corporal, mas como um auxiliar no emagrecimento, já que ajuda a eliminar líquidos.

Também se alega que o chá de bugre ajuda a reduzir as gorduras localizadas e as celulites, além de combater mau hálito, tosse, reumatismo e gastrite, mas não há estudos que comprovem a promessa.


Chá de bugre - como tomar

O chá de bugre geralmente é consumido em forma de infusão (chá), fervendo-se folhas secas (duas colheres de chá) em um litro de água. Após a fervura, o chá deve ser coado e consumido quando já estiver morno. O ideal é que se tome no mínimo 2 xícaras por dia.


Chá de bugre - efeitos colaterais

Por conta do seu efeito diurético, o chá de bugre deve ser tomado com atenção especial à hidratação. Durante o consumo, beba bastante água para manter o corpo hidratado e o organismo em bom funcionamento. O chá também contém cafeína, não sendo recomendado para pessoas que sofrem de estresse, nervosismo e ansiedade.


Chá de bugre - onde comprar

O chá de bugre é facilmente encontrado em lojas de produtos naturais e até mesmo em supermercados, geralmente com o nome de chá de porangaba.

Ágar-ágar e o emagrecimento

Ágar-ágar é o novo fenômeno do sempre agitado mundo dos superalimentos que, entre outras coisas, prometem ajudar no emagrecimento. Mas o que é ágar ágar? Como consumir? Onde comprar? Quais os benefícios que ele traz à saúde? A resposta para essas e outras perguntas você confere no artigo a seguir.


Agar agar, emagrecer, vegan


O ágar-ágar, também conhecido como ágar ou agarose, é uma substância extraída de algas marinhas vermelhas, composto por fibras e sais minerais (como fósforo, ferro, potássio e iodo), entre outras coisas. Por conta da sua capacidade de expandir-se consideravelmente e absorver uma quantidade de água de até vinte vezes o seu próprio peso, formando um gel não-absorvível e atóxico, o ágar-ágar passou a ser visto como um possível aliado no emagrecimento.

Além disso, por ser proveniente de algas marinhas, é bastante utilizado por vegetarianos, em substituição à gelatina comum de origem animal.


Emagrecer com ágar-ágar? Mas como?

A utilização do ágar-ágar no emagrecimento começou na Ásia, com a chamada dieta kanten. Por conta da sua capacidade de se transformar em uma gelatina (capacidade dez vezes maior que na gelatina de origem animal), e também por não ter gosto, cor ou cheiro, o ágar passou a ser utilizado como ingrediente curinga em diversas receitas. Ao se expandir, o ágar aumenta a sensação de saciedade e faz com a pessoa coma menos. Além disso, ainda conta em seu favor a quase ausência de calorias, carboidratos, açúcar ou gordura, nutrientes estes que ajudam no ganho de peso.

Além de absorver água, o ágar também é capaz de absorver a glicose ainda no estômago, inibindo a retenção e armazenamento de gordura em excesso. Ele também absorve a bile, auxiliando o organismo a dissolver mais colesterol.

Por fim, como já citado, o ágar-ágar é rico em fibras, propriedade que o torna uma grande aliado do bom funcionamento do sistema digestivo. Ocasionalmente, pode ser usado até mesmo como laxante.


Como consumir ágar-ágar

A utilização culinária do ágar-ágar é idêntica à da gelatina comum. Ou seja, basta fazer a substituição nas receitas que você já conhece, como mousses, pudins, doces de frutas e até receitas salgadas, como molhos mais encorpados. Já que o ágar se transforma em uma gelatina maior que a comum, também é necessário prestar atenção em algumas medidas:

• 12 g de gelatina em pó sem sabor ou 6 folhas de gelatina = 4 g de ágar em pó
• 1 folha de gelatina = 1 colher de chá de gelatina em pó = 1 colher (chá) de ágar-ágar em flocos = 1/3 colher (chá) de ágar-ágar em pó
• 1 colher (sopa) de ágar-ágar em flocos = 1 colher (chá) de ágar-ágar em pó


Também vale citar que as vantagens do ágar não ficam restritas aos benefícios à saúde. Além de não alterar o sabor dos alimentos, o ágar tem melhor custo-benefício, é mais consistente que a gelatina comum, não necessita ir à geladeira para solidificar-se, não derrete à temperatura ambiente e é livre de corantes e aditivos químicos.

A única precaução que se deve tomar é quanto ao consumo excessivo, pois, como já dissemos, o ágar-ágar é rico em fibras e também propriedades laxativas. Ou seja, risco de diarreia.

Por fim, o ágar-ágar também pode ser encontrado em cápsulas que, embora tenham a mesma capacidade de prover saciedade, não têm uso culinário. Nesse caso, a ingestão costuma vir indicada no frasco do produto.


Onde comprar ágar-ágar

O ágar ágar é facilmente encontrado em lojas de produtos saudáveis e suplementos alimentícios, grandes supermercados e, claro, na internet. Pode ser adquirido em pó (a granel ou em frascos), em flocos, cápsulas, filamentos ou barras. Quanto ao preço do ágar-ágar, o pó a granel custa em torno de R$ 10 a cada 100 gramas, enquanto que o frasco com 60 cápsulas gira em torno de R$ 30.

Receba por e-mail